Pages

terça-feira, 31 de maio de 2011

Lição de vida.

Enquanto a cultura acumulada de uma pessoa é fruto principalmente das leituras e estudos de variados assuntos, a sabedoria é fruto da vivência do dia a dia que ensina na prática - muitas vezes difícil de suportar pelas vicissitudes - como entender melhor a vida.

Este final de semana “Seu” João, me presenteou com uma lição importante quando fui revê-lo e a outras pessoas que há algum tempo não tinha contato.

No breve cumprimento logo ao chegar já recebi a tal lição. Perguntei: - Como vai “Seu” João? Sua resposta: - Tudo bem! Querendo ser gentil e sem perceber o quanto essa frase nos aprisiona, nos deixa um sem números de vezes inertes perante as dificuldades ou mesmo, o que é pior, como ela serve de pretexto para manter o status quo de nossa acomodação injustificada, emendei: - Como Deus quer, não é?

Com uma exemplar simplicidade e sabedoria de vida, ele respondeu com calma: - Na verdade não! Não está como Deus quer! Nós não fazemos nem cinquenta por cento do que Deus quer para que as coisas fiquem boas, então como podemos dizer que as coisas estão do jeito que Deus quer?

Sábia resposta que me levou a pensar...

Se fizéssemos de fato o que Deus quer o mundo seria outro. Deus é o Grande Arquiteto do Universo, bondade absoluta, inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. Como então justificar nossos momentos de fraquezas e dificuldades com a frase: Estou como Deus quer!

Estaremos como Deus quer no momento que mudar nossa postura de coitadinho ou de acomodado frente às dificuldades inerentes à própria vida. Estaremos como Deus quer quando a prática de valores humanos for regra e não exceção.  Estaremos como Deus quer quando valores espirituais (eternos) tiverem prioridade em relação a valores materiais (passageiros). Estaremos como Deus quer quando tivermos a compreensão que neste mundo tudo passa - menos as verdadeiras aquisições da alma.

Um dos seus mais antigos moradores, “Seu” João chegou à Colônia Getúlio Vargas - localizada em Bayeux, interior da Paraíba - quando tinha apenas 10 anos de idade, hoje tem 68. Por conta dessas tais vicissitudes da vida não teve a oportunidade de estudar regularmente nos colégios, mas possui doutorado na arte de viver e superar dificuldades.

Obrigado “Seu” João! Mais uma lição recebida e apreendida.

0 comentários: